Utilizando a Curva ABC para Melhorar a gestão do estoque

Dentro de uma organização existem vários pontos de atenção que o gestor precisa observar e na maioria das vezes o estoque é deixado um pouco de lado. 

É claro que o cliente deve sempre ter acesso ao produto, a experiência de pedir algo e não poder ser atendido nunca é boa. Mas essa preocupação não pode se resumir a não deixar faltar o produto para venda. Seguindo exclusivamente esse raciocínio, muitas vezes as compras se dão de maneira desenfreada e desorganizada.

Essa falta de organização pode acarretar em contas desnecessárias, comprometendo o capital de giro disponível e inviabilizando o espaço para armazenagem disponível ou até mesmo a compra excessiva de produtos com pouca saída.

Na hora de comprar:

Então, o que deve ser observado na hora de realizar as compras? E como é possível analisar o que comprar?

Como citamos nas postagens em nosso Instagram que precederam esse conteúdo, para realizar uma boa compra é necessário definir “o que comprar”, “quando comprar” e “quanto comprar”.

Para responder tais perguntas, é preciso entender quais produtos possuem melhor saída e o que possuem menor saída. Para ajudar nessa definição, existe uma ferramenta prática e fácil, a curva ABC. Com ela será possível identificar esses pontos e tomar as decisões de maneira mais assertiva.


O que é curva ABC?

Essa é uma ferramenta de análise para definir o grau de importância de grupos de produtos (ou serviços) de acordo com determinado critério (faturamento, quantidades vendidas, custos, lucratividade, estoques etc.), indicando quais são os mais importantes (curva A), os intermediários (curva B) e os menos importantes (curva C).

 Produtos da curva A

Principais produtos que representam maior participação no total do critério escolhido. No caso do controle de estoque esses produtos são os de maior giro, por esse motivo precisam de maior reposição.

 Produtos da curva B

Produtos intermediários, necessários ao mix, porém não tão representativos.

 Produtos da curva C

Produtos com pouca ou nenhuma representatividade. Podem ser considerados para serem descontinuados ou para ações de impacto (custos, promoções, divulgação etc.).


Como usar a Curva ABC para melhorar a gestão do estoque?

Essa ferramenta irá ajudar a entender que produtos precisam de maior estoque ou que necessitam de reposição mais frequente, que produtos têm baixo giro e podem ser retirados do negócio.

É óbvio que decisões estratégicas sobre um produto devem sempre considerar outros fatores, um desses fatores é o lucro médio sobre o produto. Mesmo com menor giro, o lucro maior sobre cada produto deve ser ponderado.

Então utilize essa ferramenta para decidir de maneira mais assertiva e vá incrementando a análise com novas informações. Em vez de analisar apenas a quantidade vendida, acrescente a lucratividade, espaço e estocagem, custo do produto, etc.

Serviços em destaque

Últimos podcasts

Continuar ouvindo
Hipster Ponto Tech

Hipster Ponto Tech

Papo de Gestão

Papo de Gestão

Like a Boss

Like a Boss

NerdCast

NerdCast

FodCast

FodCast

Do Zero ao Topo

Do Zero ao Topo

Sobre nós

Marketplace

Falar com um Analista

Acompanhar nossas novidades